Monthly Archives: Janeiro 2013

Sem dignidade nem honra

Godinho e Prosegur

Os desenvolvimentos das últimas horas têm concretizado algo que já se antecipava há demasiado tempo: Godinho Lopes e a sua direcção, ignorando todos os seus resultados catastróficos e demonstrando a sua incapacidade comprovada de emendar a mão e melhorar desempenhos de forma sustentada, pretendem ignorar a base e fundamento do clube, os seus sócios.

Por crença inultrapassável, incapacidade de permitir contraditório, orgulho ou simples casmurrice, Godinho Lopes e a sua direcção parecem dispostos a impedir que se cumpram os estatutos, invocando as eternas questões de estabilidade, da sensibilidade da equipa principal de futebol e da instituição como negociador – mesmo quando os resultados desportivos melhoram e apesar de, eles próprios, promoverem mais uma “reconversão de activos” em condições negociais por si próprios diminuídas.

Absorvido pela alarmante destruição de valor patrimonial, reputacional e negocial, Godinho Lopes esquece-se do essencial: com esta postura, acabará por alienar a força associativa do clube – efectivamente esvaziando a sua legitimidade e contribuindo para a crispação e desagregação do universo sportinguista, contribuindo para que no futuro se torne ainda mais difícil recuperar. Por ele ou por qualquer outro, alinhado ou não com a sua linha e herança.

Ficarão na sua consciência as consequências dos seus actos.

Anúncios